InícioPortalCalendárioFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ABC News - Tokio Hotel: A última exportação alemã

Ir em baixo 
AutorMensagem
Dk
Monsoon
Monsoon
avatar

Feminino
Número de Mensagens : 143
Idade : 27
Localização : ao pé dos TH
Data de inscrição : 02/09/2008

Tokio Hotel Quest.
Qual o teu tokio hotel favorito?: todos
Qual a tua musica favorita?: TODAS DE TODOS OS ALBUNS !
O que achas dos tokio hotel ?: são perfeitos :D

MensagemAssunto: ABC News - Tokio Hotel: A última exportação alemã   Dom Nov 23, 2008 7:35 pm

ABC News - Tokio Hotel: A última exportação alemã

Roqueiros de cabelo comprido são o antídoto para os Jonas Brothers
By MONICA DE LA ROSA
Aug, 27, 2008


PÁGINA 1
Passando de Heidi Lkum e Hugo Boss. Os novos embaixadores alemães da cultura popular alemã chegaram aos estados Unidos, mas eles não são o que vocês estava à espera.
Os Tokio Hotel podem soar como um resort japonês, mas na realidade é um grupo de quatro rapazes roqueiros em que o vocalista é muitas vezes confundido com uma rapariga mas na realidade é um gémeo idêntico do guitarrista com rastas. Chega? A banda já tem dois álbuns nº1 na sua nativa Alemanha, e a maioria dos membros da banda não tem idade sequer para tomar uma bebida aqui.

Os tokio Hotel dispararam para a fama, de fazerem concertos na escola e em casamentos à uns anos atrás na sua cidade-natal Magdeburg, a cem quilómetros do sudueste de Berlim, até aos concertos esgotados de Nova Jérsia, San Francisco e Chicago. A banda chega a ter fãs frenéticos de raparigas novas que gostaram do novo e primeiro CD da banda em Inglês “Scream”, a sério – (…)

Wendy é uma nova fã de Brooklyn, NY, mas na brincadeira declara, “Ich Bin ein Deutsch!”. Ela pensa que a banda é “hot”, mas também acha a música muito poderosa e diz que lhe “traz as lágrimas aos olhos”. “Tokio Hotel is der beste!”, diz Doris, 18, que está a aprender alemão por causa do interesse demonstrado na banda.

“Eu gastei mais de 600$ na semana passada para comprar todos os bilhetes e para todas as compras e viagens que tive de fazer”, diz Kiila, uma estudante de 20 anos que planeia ir ao máximo de concertos possíveis da banda quando estes vem à América do Norte. Ela passou quatro dias a passear por Times Square perto dos estúdios da MTV com esperanças de conhecer a banda, que recentemente apresentaram o programa TRL”

Como relâmpagos, os Tokio Hotel está a conquistar a America. São como os “jonas Brothers alemães” – se os Jonas Brothers tivesse cabelo comprido, um look muito sexual, e tivessem um género de música glam rock a hip hop em vez de apenas pop.

O tatuado vocalista e líder da banda Bill Kaulitz, 18, é raramente visto sem os olhos completamente maquilhados e com o seu cabelo, também pintado de preto, com um estilo de uma juba de leão. Nascidos na era da internet e dos jogos de vídeo, ele já parece astutamente ligado ao poder vidual, e com créditos na Internet de outras bandas que conseguiram sucesso fora da Alemanha.
“Especialmente como novos artistas, é muito importante ter Internet, onde as pessoas podem falar sobre ti e ouvir a tua música”, diz com o seu melhor sotaque inglês. Quando milhares de sites de fãs, blogs e vídeos no youtube os começam a divulgar, a companhia de gravação é avisada.

PÁGINA 2

“Os fãs fora da Alemanha enviam-nos e-mails, eles juntam-se e gravam vídeos ou algo desse género, e dizem venham aqui não sei onde, por favor, venham a Israel ou assim algo deste tipo”, diz Kaulitz. Então a banda o fez – não apenas em Israel, mas em França, Itália, suíça, Rússia e em outros países, onde os pavilhões e estádios onde damos concertos estão esgotados e cheios do nome da banda como se fosse uma profecia – nome que a banda mudou de “Devilish” em 2005 – o que invoca o seu amor de várias nacionalidades.

“Isto sempre foi o nosso sonho, viajar pelo mundo e tocar em grandes cidades e…” começa Kaulitz a dizer antes do seu irmão gémeo, Tom, que diz “e ficar em bons hotéis!”

Apesar disso, os dois completam os pensamentos de cada um, Tom Kaulitz, que é o líder guitarrista, prefere quase a aparência oposta do seu siamês – roupa larga, um boné de desporto com algumas rastas loiras e um piercing no lábio. O baterista Gustav Schäfer e o Baixista Georg Listing completam os quatro membros da banda.

Adoração: Da Internet para cartas de fãs com uma milha.
Muitos fãs femininos admitem que a primeira coisa em que repararam na banda era o seu aspecto e diferentes estilos, mas insistem que se associam a eles, as vezes obscenamente, quando ouvem as suas musicas. Na Alemanha, o nome da banda é algum comum, e o sitio onde as fãs mais vão é o seu estúdio de gravação, escondidas com câmaras de filmar. Pedaços da paragem de autocarro onde Bill e Tom apanhavam o autocarro quando andavam na escola foi leiloada a semana passada no eBay por centenas de euros. O quarteto já recebeu uma vez uma carta com mais de 7 milhas de comprimento. (Eles não leram tudo)

O Istituto Goethe declara que os interesses pela língua alemã cresceram devido à banda, especialmente em Paris. O escritório de San Fransisco organizou um concerto com bilhetes dados e no inicio deste ano, e a directora Ana Weber diz que apenas num dia esgotaram “recebemos de 80 a 120 e-mails. Tivemos tantas chamadas, não têm noção. E nós pensávamos que eles eram desconhecidos aqui”

A Internet fez a comunicação entre os fãs mais fácil e é aí que partilham histórias com pessoas de outros países e partilham a sua paixão. Depois de acabarem os concertos, as raparigas colocam lá os vídeos e fotos que tiraram com as suas máquinas, da actuação da banda, de todos os ângulos possíveis.

Os rapazes já conseguiram passar a barreira do exótico, para mais próximos, online. Eles fazem vídeos de apelo aos fãs para votarem neles para os prémios em que estão nomeados e postam semanalmente episódios na “Tokio Hotel TV” para trazer os fãs com eles. A banda parou momentaneamente em Março, quando foram cancelados muitos concertos, devido a Bill Kaulitz ter de fazer uma cirurgia para remover um quisto das suas cordas vocais

PÁGINA 3

Estes adolescentes roqueiros estão a ficar acostumados à ideia de crescer com os media com eles debaixo de olho 24/7. “Toda a nossa vida mudou de um dia para o outro,” diz Kaulitz. “Temos tanta inspiração. Está em todo o lado… Por isso eu tenho sempre comigo uma caneta e o meu portátil, e escrevo tudo.” A banda começou a trabalhar no seu novo álbum, que vai ser lançado em Alemão e Inglês. A banda escreve e toca as suas próprias músicas mas com a ajuda de quatro produtores. “Somos uma grande família”, diz Kaulitz.

Aquela família parece que aterrou numa combinação vencedora de letras julgadas por “emo”, com algum pop-rock. Músicas essas com algum pop e apela ao anti-suicidio com mensagens, algumas baladas de rock. Os Tokio hotel parecem estar na linha da boy band e nos sonhadores ícones do rock.

Tokio Hotel Vs. Miley Cyrus
“Scream” chegou aos Estados Unidos em Maio e ficou logo em nº 29 na Billboard 200, vendendo um pouco menos que os multiplatinados que a banda conseguiu na Europa, mas você não sabe como foi na Internet. Este mês, os fãs votaram online para dar aos Tokio Hotel duas nomeações para os MTV Video Music Awards para Melhor Novo Artista e Melhor Video Pop, debatendo-se com grandes vendas de artistas como Miley Cyrus e Britney Spears. “Pensamos que não temos hipótese nenhuma, mas já ser nomeado é algum muito bom,” disse Bill Kaulitz.

Neste momento, a banda está a ter muita atenção da América. “Os fãs votam tanto em nós, é um sentimento maravilhoso,” Tom Kaulitz diz. “É um grande acontecimento para uma banda alemã ter a oportunidade de ir para os Estados Unidos.”

Devemos voltar atrás quando uma banda Alemã teve um enorme sucesso pela América. Nos anos 80. Os Scorpions eram topo nos charts com a m+usica “Rock you Like a Hurricane” e a artista Nena conseguiu uma grande pontuação com a sua música de protesto à Guerra-Fria, “99 LuftBalloon”. Mas, ver a Nena como uma criança foi inspiração para Bill Kaulitz ser vocalista, diz ele.

Mas para todas as “coisas em grande”, há sempre o reverso da medalha. “Eu não quero que eles sejam famosos aqui”, publicado por “Isabella” num site de fãs dos Estados Unidos. “Crescerem em grande aqui significa talvez perder a cultura Alemã”.

À medida que os fãs crescem, como os “odeadores” da banda, que criam e publicam na Internet vídeos Anti-Tokio Hotel e websites. A Internet tem outros lados maus. Recentemente em França, um jovem homem andou pelo mundo virtual divulgando que era Bill Kaulitz em alguns chats, convencendo as raparigas a lhe enviarem fotos delas nuas, que foram depois publicadas na Internet. A banda diz que não tem contas pessoais no Myspace, apenas o seu site oficial.

Mas a maioria dos fãs querem-se concentrar em coisas boas, como uma jovem morena que esperou numa rua da cidade de Nova Iorque para ver a banda, quando esta a visitou. Ela está a chorar mas a sorrir também (…) “Eu tenho um autografo do Bill. … eu consegui um autografo deles, e eu amo-os!”, ela chorou, limpando as lágrimas dos seus olhos com as sunhas unhas pintadas com verniz fluorescente, apenas mais uma fã dos Tokio hotel “über” contente.


Fonte
Traduzido por THF Portugal
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
ABC News - Tokio Hotel: A última exportação alemã
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [COFRE News] Qual sua última HQ adquirida?
» [J-MOVIE] Our Kogen Hotel (Bokutachi no Kogen Hotel)
» [Tópico Oficial] Qual foi sua última aquisição?
» [MAURICIO DE SOUSA NEWS] Nova coleção MSG
» De volta a cidade dos horrores! Nyender City, mais horrível do que da última vez!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Novidades :: Tudo sobre os Tokio Hotel.-
Ir para: